Viagem para o Chile – Santiago

Algumas pessoas pediram dicas da minha viagem para o Chile, então vou reunir todas as informações aqui pra quem quiser!

Vou tentar fazer um post grandão mas bem completo com tudo de Santiago e depois faço um só do Atacama (porque é um caso de amor que merece um post especial!)

 

Documentos

Não ha necessidade de visto para entrar no Chile. Você pode entrar com seu documento de identidade (feito nos últimos 10 anos) ou seu passaporte ( com validade maior que 6 meses).

Também não é necessário ter vacina para febre amarela.

Quando você entra no Chile eles te dão um papelzinho branco, parece um extrato de fatura de cartão de crédito.

GUARDE ESSE PAPEL

Vale a pena pagar seu hotel com cartão de credito, e apresentando esse papel você tem desconto ( se eu não me engano, de 19%).

 

Roupas e Mala

Fui apenas com uma mala de 23kg e minha mala de mão…

Se for no inverno você TEM que levar segunda pele e casacos pesados. Eu comprei roupas de Ski na Decatlon e acho que valeu muito o investimento.

Minha compra na Decatlon deu cerca de 600 reais ( roupas de ski, segunda pele, luvas). Se eu tivesse que alugar roupa, cada vez sairia por uns 150 reais o aluguel. Em Santiago usei as roupas de ski 2x e usei as segundas pele todos os dias ( incluindo os dias do Atacama). No Atacama usei as roupas de ski mais duas vezes e não passei frio por conta delas, e lá eu não teria como alugar esse tipo de roupa. Passar em um lugar para alugar roupas não faz parte do roteiro de passeios, mesmo os mais frios do Atacama.

Baterias acabam mais rápido no frio… leve excedente!

Se você for para o Atacama e quiser tirar foto do céu, não esqueça do seu tripé.

 

Seguro Viagem

Gente, isso é muito importante. Eu fiz o meu pelo meu Cartão de crédito. Você entra no site da bandeira do cartão ( e não do seu banco) que você comprou a sua passagem e faz um de graça.

Pra qualquer viagem isso é essencial, se for esquiar então nem se fala.

Nessa viagem teve o caso de um conhecido que bateu a cabeça esquiando no Valle Nevado e ficou de observação no CTI, fez tomografia e etc… a conta do hospital deu 35 mil reais!!!!! e isso você primeiro tem que pagar e depois o seguro te reembolsa… =O

Um cara que conheci lá também deslocou o ombro no final da tarde e teve que pagar 100 dólares por radiografia!!!!!

Se pagar isso já é ruim, imagina nem ter o reembolso depois?!

 

Quem converte não se diverte!

Não tem frase que define melhor o Chile!!

Ô viagem cara da porra… o problema é que você viaja com o pensamento que por ser América do Sul, você vai gastar pouco, mas lá as coisas são carinhas, principalmente comida…

Desbloqueie um VISA e um MASTERCARD!! ( em Farellones você ganha desconto pagando com Visa e no Valle Nevado você ganha desconto pagando com Mastercard!)

Pesquisei em vários sites e vi que era melhor levar dólar e trocar lá. Obviamente deixei isso pra ultima hora e na semana de viajar apareceu uma pesquisa eleitoral dizendo que se Lula pudesse ser votado, ganharia.

Que investidor estrangeiro confia em um país que elegeria um presidiário? NENHUM.

Dei um bolo de dinheiro na casa de cambio e eles me devolveram 8 notinhas… sério, foi frustrante. Pra completar, dei meus dólares pra minha amiga trocar em Santiago, já que ela chegaria antes, e meu dinheiro não foi aceito na casa de cambio por estar riscado, ou seja, confiram o dinheiro de vocês aqui no Brasil também.

Troquei meu dinheiro na casa de cambio do shopping Costanera. Não me pediram documento, nem tive que fazer cadastro. Também não reclamaram que as notas estavam riscadinhas (graças a Deus).

Pro Atacama você vai precisar de dinheiro em espécie!!!!

 

Chip

Comprei um chip da Claro lá nesse shopping que troquei o dinheiro. Tive Whats App e Instagram ( incluindo Story) ilimitado e 15 dias de internet que me serviram muito bem.

No Atacama a Claro não é a que tem melhor sinal mas mesmo assim eu gostei!

Se eu não me engano, isso custou 9 mil pesos

 

Programação

Como sempre eu não fiz roteiro, não pesquisei nada e também não comprei a passagem, mas anotei tudo que fui vivendo pra postar aqui depois.

Santiago é uma cidade linda, limpa e organizada, que vale a pena a visita!

Minha programação foi de chegar em Santiago na madrugada de domingo.

Pequei um voo direto de Guarulhos pela Latam e acordei lá.

Meus amigos foram no dia anterior e já tinham me avisado que é um aeroporto complicado de pegar Uber, então assim que sai do desembarque contratei o primeiro taxi credenciado que vi.

Ficamos hospedados em um Airbnb no bairro de Providencia.

O apartamento tinha dois quartos ( um com cama de casal – banheiro separado -e outro com 3 camas de solteiro – sendo que uma ainda era bi-cama- e que era suite). a cozinha tinha o básico e a sala era confortável e ainda tinha uma microvaranda.

Eu adorei a localização do apartamento. Pude ir a pé ao shopping Costanera ( o que tem o edifício enorme e espelhado que você vê de todos os cantos da cidade) e lá eu consegui trocar meu dinheiro e comprar um chip pro celular. Também tinha um supermercado, um café, uma loja de conveniências e uma avenida grande com canteiro central que dava para correr.

Vou deixar o link do apartamento AQUI !!!!

Uma vantagem desse apartamento é que a fechadura é eletrônica, então não teve briga para abrir a porta nem de quem ia ficar com a chave ( NA AFRICA TEVE!!! KKKK). Na portaria sempre ficava um senhor que aparecia do nada assim que estávamos na porta (vulgo Mestre dos Magos).

Ahhh deu saudade olhando as fotos do apartamento…

Enfim, continuando

 

Primeiro dia

Acordamos e fomos ate o Parque Bicentenário. Achamos bonito, mas não andamos muito, estávamos morrendo de fome. De lá andamos até um shopping próximo chamado Casa Costanera e tomamos um brunch no Millefleur.

7799699024_IMG_0514

Bem plena jogada no gramado

Sinceramente foi uma das refeições mais gostosas que comi na viagem. Pedi iogurte com frutas vermelhas e granola que estava sensacional e um omelete sanduíche que eu imaginei que viria um omelete com duas torradas do lado e veio isso aqui…

IMG_3122

Concha y Toro

Bem alimentados, fomos de Uber até a Concha y Toro…

Eu achei a vinícola legal mas nada sensacional, é realmente uma visita bem comercial, com pouco tempo para realmente degustar o vinho. Achei poucas informações sobre o processo de produção em si.

Quando eles apresentam a parte do Casillero del Diablo, passam um vídeo com efeitos de luz e tal, mas eu queria mais vinho e degustação e menos apresentação.

Ao final fomos praticamente colocados pra fora porque estava fechando.

Eu esperava bem mais e essa foi a única vinícola que conheci no Chile.

IMG_3250

Me deixe aqui no meio da plantação de Syrah, Obrigada!

Segundo dia

 

Farellones

Como não programamos nada com antecedência, quando já estávamos em Santiago escolhemos uma empresa para fazer os passeios. Escolhemos pelo preço e dos demos muito mal.

Nossa ideia seria um dia ir para Farellones (um parque com tirolesa, esquibunda, essas coisas) e outro dia para o vale nevado esquiar.

Nós imaginamos que iriamos sair cedo, iriamos até Farellones, entraríamos no parque e passaríamos o dia todo brincando e retornaríamos no final do dia.

O que realmente aconteceu foi que a empresa buscou a gente as 6h da manhã, e só saímos de Santiago as 10… eles passaram 4 horas buscando outras pessoas e pior, passando do lado da nossa casa diversas vezes. Depois falaram que nos não poderíamos ficar em Fanellones, que o passeio seria só para passar na porta (oi??) depois descer no estacionamento do Valle Nevado ( e não entrar ) e retornar. O guia não explicava nada, disse que nós que tínhamos entendido errado, mas tinha mais gente na mesma situação.

Esse é um parque para brincar na neve! crianças maiores e adultos com pouca maturidade vão aproveitar bastante. Dentro do parque tem uns foodtrucks bem fraquinhos, leve um lanchinho! Do lado de fora da entrada superior ( perto do inicio da tirolesa) tem restaurantes ( a comida era mais cara que no Mestizo =0).

No final das contas nos descemos em Farellones, ficamos cerca de 4 horas apenas brincando e retornamos. E obviamente cancelamos de fazer outros passeios com essa empresa.

IMG_3741

Criança feliz brincando com a neve pela primeira vez na vida

Terceiro dia

Cajon del Maipo – Embalse el Yeso

No dia seguinte fomos conhecer o famoso lago azul.

Fomos com outra empresa, lógico, que tinha um guia super simpático chamado Manoel. Ele foi pontual e explicou toda a historia do lugar, geografia, clima.

Esse passeio funciona da seguinte forma… ele vai até a cidade de Cajon, e lá eles param em um grande estacionamento e você vai andando cerca de 2km num frio da porra ( -9) até chegar ao maravilhoso lago azul que reflete as montanhas nevadas. La você fica do alto, se estapeando por um lugarzinho na beiradinha do penhasco para tirar suas fotos. Ao final, na hora combinada, você retorna ate o estacionamento andando e eles estão te esperando com um café com vinho e etc.

O lugar é realmente incrível, muito lindo, é exatamente como você vê nas fotos e você TEM que visitar.

Nós achamos o serviço dessa empresa ótimo, porque tínhamos tido experiência com a outra que não tem nem adjetivos para descrever, mas eu não vou indicar ela aqui porque tem coisa melhor…

IMG_0701

Quarto dia

Valle Nevado

Eu tinha separado um dia da viagem para fazer snowboard. Sempre foi meu sonho e quando fiquei sabendo que ia pro Chile no inverno, me preparei toda, comprei roupa toda animada, então eu fazia questão desse dia.

Entendemos que todos os passeios que falam que vão pro Valle, na verdade só passam lá pra você conhecer. Para passar o dia lá e esquiar você tem que perguntar para a empresa se eles fazem SkiDay que é exatamente isso, te buscar em casa cedo, passar o dia lá esquiando e retornar ao final do dia.

Não existe passeios coletivos dessa forma, pra isso você tem que contratar um serviço privado e foi ai que conhecemos Tomas (@2govan).

Tomas é o dono da empresa. Ele te busca em casa, para no moço da montanha pra você tomar seu chá de coca, pesquisa pra você se vale mais a pena alugar as coisas no Hotel ou em Santiago, agiliza tudo, te ajuda a carregar seu equipamento, te ajuda a calçar as botas, grava stories, tira foto, e te deixa no lugar da aula de snow. Enquanto você tenta aprender a esquiar ele esta descendo a pista preta, final do dia você volta pra casa super satisfeita com o serviço prestado.

No dia que conhecemos ele nos arrependemos de não te-lo conhecido antes… sabe aquele trajeto de andar no Embalse no frio? Ele faz aquilo de carro, da a volta no lago, e faz o pic-nic em um lugar remoto, e na beiradinha… depois da uma fuxicada lá no insta dele…

Voltando…

O Valle Nevado é bem estruturado. Você chega lá, paga sua entrada, aluga seu equipamento e seus acessórios, sobe o teleférico ate a altura que você quer da pista. Achei as pistas bem sinalizadas e essa parte bem organizada.

O Valle fica a 3 mil metros de altitude, a estrada é estreita e cheia de curva… eu não arriscaria ir de carro! Algumas pessoas passam mal com a altitude. Leve um remédio para náuseas e dor de cabeça. Por ser mais alto também, ele tem neve por mais tempo que Farellones!

Fizemos aula coletiva de snow… eu achei a aula horrível, desci apenas 1x com o professor, não aprendi nada. Mas a próxima temporada, quem sabe né?

Quando desisti fui tomar cerveja com uns amigos, e olha, só a cerveja salvava.

Pela primeira vez na vida eu não consegui comer um hambúrguer… ruim é pouco, estava horrível. A comida é cara… esse hambúrguer com essa cerveja deu tipo uns 150 reais!!!!!!! E ficou uns 80 reais no prato, porque não desceu nem com ketchup.

Opte pela pizza que ouvi dizer que é menos pior… só tem tranqueira pra comer no bar da Corona no Valle, não vi nada “menos pior”.

Mas fiquei feliz ( e bêbada) mesmo com o cóccix quebrado de um tombo ( com certeza está quebrado, dói ate hoje).

IMG_4662

Pareço Plena mas temos cóccix quebrado!

Quinto dia

Valparaíso e Viña del Mar

Novamente fomos com o Tomas e foi ótimo nosso passeio.

Nosso café da manha foi em um lugar já na estrada e teve degustação de vinho as 9h da manhã!!! Também tiramos fotos com lhamas fofas.

IMG_4793

Paramos em um mercado de peixe de Valparaiso, onde ficam leões marinhos…

EU DEI COMIDA PRA UM LEAO MARINHO!! De pertinho!! Isso é muito legal!

IMG_4864.jpg

Nas fotos parece que ele não estava me dando muita moral, mas ele me amou, juro!

Conhecemos uma das casas de Neruda, a La Sebastiana, e depois andamos por uns becos grafitados que lembram muito o Beco do Batman aqui em São Paulo.

IMG_4822

De lá almoçamos em um restaurante delicioso que eu não lembro o nome, mas que foi uma das melhores comidas da viagem também.

De lá fomos para Viña Del Mar que é muito bonitinha também, coloquei o pezinho no Pacífico, fomos ate o museu Fonck tirar foto com uma daquelas carrancas de pedra da Ilha de Páscoa e ainda paramos para tirar foto em um castelinho lindo que fica de frente para a praia!

 

Sexto dia

Tiramos o dia para andar pela cidade despretensiosamente. Conhecemos o Serro Santa Lúcia, um parque que tem uns jardins lindos e bem cuidados e umas construções antigas.

IMG_5147

Esse foi um dia meio off, pois no dia seguinte tínhamos que ir embora.

A noite fomos para uma night no terraço do Hotel W.

Não foi, nem de longe uma night boa, mas como eu não sai a noite pra beber e dançar nenhum dia, acabei aproveitando.

 

Mais dois Restaurantes e Alimentação…

Eu fiquei um pouco ( bem) decepcionada nos restaurantes que fui… poucas vezes acertei meu pedido.

Como eu amo carne, estava sempre pedindo carne imaginando que vinha um bifão de Angus grelhado e sempre vinham coisas ensopadas e sem graça…

No final eu estava pedindo massa porque mesmo não gostando muito, era menos pior que comer errado…

Achei que comeria muita carne com vinho, mas o solo montanhoso não é propicio para a criação de gado, logo a carne de lá é argentina ou brasileira, mas definitivamente, odeio generalizar, mas me pareceu que esse não é o forte deles…

Eu nunca comi tanto ceviche na vida! aposte nos frutos do mar!

De hamburgueria eu amei essa aqui…  Que hambúrguer bom!!!!

peçam a batata frita trufada e lembrem de mim!

Quando eu falei que estava indo pro Chile, todo mundo falou pra ir no Mestizo.

Primeiro, reserve antes e de preferencia para o almoço. Fomos no jantar mas uma das graças do restaurante é a vista.

Pedimos entrada de ceviche e estavam maravilhosos.

Mas, nesse eu também errei ( FEIO) meu pedido. Eu infelizmente odiei a minha comida. Pedi uma carne que parecia uma sopa de legumes com carne picada, e eu só queria uma carne grelhada com legumes…

Quem pediu massa se deu bem porque eu provei e estavam realmente muito boas.

 

Fim de Santiago

Como vocês puderam perceber eu não fiz muitos passeios que sempre estão nas dicas de viagem, não fui a muitos restaurantes e nem a muitas vinícolas. Essa é uma desculpa perfeita para retornar em Santiago outras vezes.

Muito dos nossos passeios ocupavam o dia todo, acordávamos as 5 h da manhã, então a noite só queríamos dormir pra conseguir acordar cedo no dia seguinte.

O Atacama merece um post separado.

Espero que vocês aproveitem as dicas!

 

Beijos

 

Dra. Kamila Teles

Anúncios